frente

Botelho diz que redução do ICMS de combustível não será sentida: "Faz num dia, no outro dia tem aumento"

Por Da Redação em 13/10/2021 às 17:57:04

O deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) se queixou dos constantes aumentos no preço dos combustíveis no país. Ele considera necessária a redução da alíquota do ICMS, proposta pelo Governo do Estado, mas disse que qualquer mudança será "pouco sentida" pela população, já que os aumentos são frequentes.

Botelho citou que a redução do ICMS foi construída junto com a Assembleia Legislativa e agora deve ir ao plenário para que seja aprovada. Ele afirmou que não haverá prejuízo para o Estado, já que a receita ficará com o contribuinte, desde o pequeno até o grande consumidor, podendo retornar ao Estado.

O parlamentar, no entanto, apesar de comemorar a redução da alíquota da energia elétrica, se queixou que a medida pode não ser percebida pela população já que, pelo menos no caso dos combustíveis, os aumentos têm sido constantes, em decorrência da política de preços da Petrobras.
"Em relação a combustível o que fizer vai ser pouco sentido, porque se faz uma redução em um dia, no outro dia tem aumento, então realmente a população não sente. Eu acho que o que nós mais brigávamos era sobre a redução do ICMS da energia elétrica. Então esse nós já fechamos, foi bem significativo, são dez pontos percentuais que foi reduzido e isso foi uma conquista feita aí junto com a Assembleia Legislativa", disse Botelho.
O parlamentar também disse que uma redução ainda maior tem que ser vista com cautela, sendo possível apenas dependendo da arrecadação do Estado no ano que vem, com o retorno total do comércio. "Se houver espaço evidentemente que vamos discutir, mas no momento não há espaço", disse Botelho.

Fonte: Olhar Direto

Comunicar erro
banner 2

Comentários

banner 3