Emanuel participa de reunião com Pivetta e sinaliza parceria com o governo do Estado

Por Da Redação em 29/11/2021 às 22:34:11

De volta ao cargo, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) participou de uma reuni√£o com vice-governador Otaviano Pivetta (sem partido), na Secretaria Estadual de Educa√ß√£o (Seduc), na tarde desta segunda-feira (29). Essa é a primeira vez que o emedebista participa de uma agenda oficial com o governo do Estado nos últimos 5 anos.

De acordo com as informa√ß√Ķes, a reuni√£o come√ßou por volta das 16 horas. Emanuel chegou acompanhado da secret√°ria municipal de Educa√ß√£o Edilene de Souza Machado e evitou falar com a imprensa. Também participaram do encontro os deputados Paulo Araújo (PP), Elizeu Nascimento (PSL) e Carlos Avalone (PSDB), o presidente da C√Ęmara de Vereadores de Cuiab√°, Juca do Guaran√° Filho (MDB) e o secret√°rio de Estado de Educa√ß√£o Alan Porto.

Segundo Araújo, o encontro foi marcado com o objetivo de discutir o "Alfabetiza MT", programa que visa garantir a alfabetiza√ß√£o das crian√ßas até o 2¬ļ ano do Ensino Fundamental. A reuni√£o é o comprimeiro compromisso externo do prefeito após seu retorno à Prefeitura de Cuiab√°.

Durante o afastamento, o Pal√°cio Alencastro foi comandada pelo vice-prefeito José Roberta Stopa (PV). Nesse período, Stopa chegou a participar de reuni√Ķes com Pivetta e com o governador Mauro Mendes (DEM), principal desafeto político do prefeito da Capital.

Mendes se licensou do cargo no último domingo (28) e ficar√° afastado por 3 dias por "quest√Ķes pessoais".

Afastamento

Deflagrada em 19 e outubro pelo Núcleo de A√ß√Ķes de Compet√™ncia Origin√°ria (Naco), a Opera√ß√£o Capistrum decretou busca e apreens√£o e sequestro de bens em desfavor do prefeito de Cuiab√° Emanuel Pinheiro e sua esposa M√°rcia Aparecida Kuhn Pinheiro, do Chefe de Gabinete Antônio Monreal Neto, da secret√°ria-Adjunta de Governo e Assuntos Estratégicos, Ivone de Souza, e do ex-coordenador de Gest√£o de Pessoas, Ricardo Aparecido Ribeiro.

Considerado o bra√ßo direito de Emanuel desde à época em que o emedebista era deputado estadual, o chefe de gabinete chegou a ser preso em apartamento de luxo, localizado no bairro Santa Helena. Agora, ele usa tornozeleira. Todos os investigados continuam afastados de suas fun√ß√Ķes públicas.

De acordo com o MPE, os investigados estariam ligados a um esquema est√° de indica√ß√Ķes políticas e contrata√ß√Ķes tempor√°rias na Secretaria Municipal de Saúde de Cuiab√°. Os contratados tinham direito ao benefício do 'Pr√™mio Saúde', que pagavam até R$ 6 mil a mais para os comissionados.

Fonte: GD

Comunicar erro
banner 2

Coment√°rios

banner 3