frente

Em ato de entrega de Escola Cívico Militar, com participação do presidente Bolsonaro, Pinheiro reforça compromisso pela educação

Por Da Redação em 01/10/2021 às 12:05:18

O presidente da República, Jair Bolsonaro, participou online na manhã de hoje (1), da solenidade de entrega oficial da Escola Cívico Militar Cuiabana Professora Maria Dimpina. Na capital, o ato de entrega foi realizado pelo prefeito Emanuel Pinheiro, e também pelo ministro da Educação, Milton Ribeiro. A unidade escolar foi completamente reformada pela Prefeitura de Cuiabá e entregue à população em junho deste ano.

Durante a transmissão, o presidente destacou que "em mil dias, sendo 600 de pandemia causada pelo novo coronavírus, o Brasil recebeu inúmeros investimentos".

"Nós temos mania de educação, sob todos os aspectos e respeitando os nossos profissionais e nossos alunos. Quando assumi o meu primeiro mandato eram 50 mil (alunos) e já para o próximo ano serão 54,5 alunos. Parte veio da rede privada, atraídos pela qualidade e pela alta capacidade dos nossos profissionais. Em nossa capital, organizados pela secretaria de Educação, Edilene, e com uma equipe de profissionais da educação do mais alto gabarito, nós estamos superando a realidade com os nossos índices do IDEB, com o investimento na qualidade profissional. Aqui, em nome do municipalismo, aqui agradeço a presença do prefeito Marcelo, de General Carneiro e destaco a força do municipalismo. Cada vez que o presidente Bolsonaro diz "mais Brasil a o menos Brasília e eu vejo que saímos da retórica e passamos mais à prática"", destacou.

Há trinta e dois anos atuando pela educação, a secretária municipal de Educação, Edilene Machado, ponderou que Cuiabá vem desenvolvendo uma educação de qualidade. "Nosso esforço é conjunto, e temos a consciência de que ninguém faz nada sozinho. A nossa equipe é maravilhosa. Ao contrário do que se diz, não mantemos escolas militares. Mantemos escolas cívico militares. Nesse modelo, a criança faz atividades do currículo normal e no contraturno desenvolve outras habilidades. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, mantém uma visão holística, no todo e por isso entendemos que é necessário ofertar possibilidades. E assim fizemos, tanto é que em, três minutos, esgotaram-se as mais de 500 matrículas".

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, agradeceu autoridades, diretores, professores e aos jovens alunos da escola civil militar e relembrou ter sido aluno da rede pública. "Estou aqui em nome do senhor presidente Jair Bolsonaro, que me deu liberdade para montar uma equipe técnica. Nós vamos usar a escola para instruir, quem educa princípios e valores são os pais e não a escola, ou professor "A" ou "B". finalizou.

Presentes na solenidade, o senador, Wellington Fagundes, Marcelo Aquino prefeito de General Carneiro e vice presidente da Associação Matogrossense dos Municípios (AMM), deputado Elizeu Nascimento, presidente do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação, Marcelo Lopes Pontes (FNDE), Gilson Passos diretor de políticas para escolas cívico militares, Luiz Robério de Souza Tavares, diretor de Supervisão da Educação Superior (DISUP/MEC), o ex-deputado federal, Vitório Galli, entre outras autoridades.

Fonte: Primeira Hora

Comunicar erro
banner 2

Comentários

banner 3